© 2019 by Fernando Miramontes Forattini

ST1 - Saúde e Segurança do Trabalhador

Coordernadora: Juliana Monteiro (PUC-SP)
Dra. Maria Maeno (Fundacentro)

Jordano Carvalho (Conlutas)

Antônio Manoel Cordeiro (Universidade de Coimbra)

A gênese da saúde e segurança do trabalhador está associada ao desenvolvimento fabril/ industrial do século XIX, quando o médico do trabalho era chamado pela classe patronal para “cuidar” da força de trabalho, especialmente quando se referia às perdas de produtividade.

Ao longo do tempo as políticas públicas voltadas para a saúde do trabalhador passaram por diferentes nomenclaturas e conceitos como: Medicina do Trabalho, Saúde Ocupacional, Segurança do Trabalho e por fim, Saúde e Segurança do Trabalhador.

Tais nomenclaturas estão associadas à função social exercida pela área nas sociedades capitalistas. Entre a proteção do trabalho e a proteção do trabalhador, um caminho de repressão e exploração por parte do capital / Estado, mas também de luta e resistência por parte dos trabalhadores e trabalhadoras foi construído.

A cada reestruturação produtiva, a cada reforma trabalhista os trabalhadores viram os “protagonistas” de políticas que aumentam a precarização do trabalho e consequentemente produzem vítimas fatais no mundo do trabalho.

Este seminário objetiva receber comunicações de estudantes e especialistas da graduação à pós graduação, e experiências de trabalhadores e trabalhadoras para debater os diversos eixos que integram a saúde e segurança do trabalhador como: o impacto da reforma trabalhista sobre a saúde do trabalhador; as políticas públicas voltadas para o trabalhador; dos assédios nas empresas à loucura do trabalho; a saúde do trabalhador e o meio ambiente; entre outras temáticas associadas.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now